NOTA DE REPÚDIO ao ataque sofrido pelo Delegado da Polícia Federal, Thiago Selling Cunha

0
492

A Associação dos Delegados de Polícia do Brasil (ADEPOL) manifesta seu mais veemente repúdio ao ataque sofrido pelo Delegado da Polícia Federal, Doutor Thiago Selling Cunha, na terça-feira (15), membro da diretoria regional da ADPF/SP, durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na comunidade de Vila Zilda, no município de Guarujá, em São Paulo.

Expressamos nossa solidariedade ao Delegado Selling e à sua família neste momento. Estamos em orações pela sua pronta recuperação e pela superação dos desafios que enfrentará após esse ato de violência covarde.

Essa ação criminosa evidencia a gravidade da situação enfrentada pelas forças de segurança em nosso país. A guerra entre milícias e facções do crime organizado coloca em risco constante a segurança pública, o que requer uma resposta vigorosa e eficiente por parte do Estado.

A ADEPOL DO BRASIL reitera a importância de que sejam fornecidos recursos, uma estrutura adequada e garantia de direitos às forças de segurança para o combate ao crime e para a proteção dos policiais que arriscam suas vidas diariamente em prol da segurança da população.

Nesse sentido, é fundamental que as instituições policiais recebam o apoio necessário para que possam desenvolver suas atividades com eficácia, garantindo a tranquilidade e a paz social.

Que haja uma pronta resposta por parte do Estado para reprimir e punir de forma exemplar esse hediondo crime.

A ADEPOL DO BRASIL continuará trabalhando incessantemente pela construção de um país em que a violência seja combatida de forma enérgica e efetiva.

Desejamos pronta recuperação ao Delegado Thiago Selling Cunha, para que ele possa retornar às suas atividades e prosseguir em sua missão de proteger e servir à sociedade.

Associação dos Delegados De Polícia do Brasil