INFORME DA ADEPOL DO BRASIL sobre as articulações para retirada das emendas de Plenário no Senado ao PL da Lei Orgânica Nacional das Polícias Civis

0
179

A ADEPOL DO BRASIL, através de seu presidente Rodolfo Queiroz Laterza, informa que, mediante árduo e constante trabalho de profunda articulação política da entidade de classe de âmbito nacional e de sua diretoria – com apoio fundamental de diretores da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (COBRAPOL) – logrou êxito em articular junto aos Senadores pela retirada de todas as cinco emendas de plenário ao projeto da Lei Orgânica Nacional das Polícias Civis.

A retirada das emendas foi fundamental para a celeridade na votação em plenário da Lei Orgânica Nacional, tendo em vista que a permanência destas emendas acarretaria o projeto de lei retornar à Comissão de Segurança Pública e à Comissão de Constituição e Justiça, atrasando, portanto, a tramitação e a votação.

Informamos que a coesão, capilaridade e extensão da ADEPOL DO BRASIL tornam a entidade classe muito forte no êxito destas articulações e evidencia o protagonismo relevante para as Polícias Judiciárias do Brasil. O texto segue em plenário com previsão de votação para a próxima terça-feira (24), também mediante articulação trabalhada pela ADEPOL DO BRASIL junto ao relator, senador Fabiano Contarato, senador Alessandro Vieira, e presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.