G1 destaca posicionamento da ADEPOL DO BRASIL em caso envolvendo condutas praticadas por magistrado no Amazonas

0
65

O portal G1 repercutiu o caso envolvendo condutas praticadas pelo magistrado do TJAM, Juiz JÂNIO TUTOMO TAKEDA, que, sem esclarecer a qualquer exercício de função jurisdicional, adentrou arbitrariamente em delegacia de polícia no município de Carauari, no Estado do Amazonas, alegando “inspeção judicial”, invadindo carceragem, coagindo o Delegado de Polícia titular da respectiva unidade policial, Regis Cornelius Celeghini Silveira.

Para agravar todo cenário de absurdos, expediu, por si só, um personalíssimo e inédito “mandado de prisão concomitante à prisão em flagrante” em desfavor do delegado de polícia específico.

“O delegado foi preso nesta quinta-feira (8) dois dias após ter denunciado o juiz por crimes de corrupção. A decisão é do próprio magistrado envolvido no caso”, diz a reportagem.

https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2024/02/09/delegado-e-preso-apos-denunciar-juiz-por-corrupcao-no-am-video.ghtml