Apoio incondicional da ADEPOL DO BRASIL à ADEPOL-SC na DEFESA DA POLÍCIA CIVIL de Santa Catarina

0
97

NOTA PÚBLICA DA ADEPOL-SC:

Com profundo respeito e comprometimento com a segurança e o bem-estar da população catarinense, em virtude das recentes declarações do deputado Jessé Lopes a respeito da atuação da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Araranguá, a ADEPOL-SC vem a público reiterar o compromisso da Polícia Civil com a luta contra a violência doméstica e o feminicídio.

As palavras do deputado, que desconsideram a seriedade e a dedicação com que a PCSC trata a questão, são descuidadas. A campanha realizada pela DPCAMI, incluindo a inauguração de um memorial em homenagem às vítimas de feminicídio deste ano, é um ato de conscientização e um tributo respeitoso. Ela reflete nossa preocupação com a violência doméstica, buscando evidenciar a origem dessa violência sem qualquer viés ideológico.

É importante destacar que a PCSC tem alcançado índices notáveis na resolução de casos de feminicídio, beirando os 100% de eficácia, além de mais de 80% de resolução em casos de violência doméstica. Esses números são fruto de um trabalho sério e incansável de proteção às vítimas.

Além disso, a DPCAMI de Araranguá, sob a competente liderança da Delegada Eliane Chaves, tem ampliado seus esforços na luta contra a violência intrafamiliar. A inauguração de sua nova sede, com espaços adequados para o acolhimento privado das vítimas, e a sala “OAB por Elas”, que fornece atendimento jurídico gratuito às vítimas, são exemplos do compromisso da PCSC com esta causa. Somam-se a isso, as palestras educativas que desempenham um papel fundamental na conscientização sobre o enfrentamento da violência doméstica.

Ao questionar “Por que os homens matam as mulheres?”, busca-se provocar reflexão e debate na sociedade, enfatizando a necessidade de enfrentar essa realidade com seriedade e empatia.

Reafirmamos nosso apoio a todas as iniciativas que visam combater a violência contra as mulheres e proteger as vítimas de abusos. Declarações que minimizam ou distorcem esses esforços são infundadas, mas também um desserviço à causa.

__________________

Na mídia: https://www.delegados.com.br/noticia/adepol-sc-emite-nota-com-criticas-ao-deputado-jesse-lopes