ADEPOL DO BRASIL e SINDEPOMINAS participam de debate sobre aplicabilidade da Lei de Prevenção ao Suicídio de Policiais (Lei 14.531/23)

0
246

A ADEPOL DO BRASIL, representada pela Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil no Estado de Minas Gerais, Dra. Maria de Lurdes Camilli, participou da reunião promovida pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, nesta terça-feira (22). Em pauta, a prevenção do suicídio de policiais.

O importante diálogo sobre o assunto foi de iniciativa da deputada Delegada Ione (Avante-MG). Segundo a parlamentar, muitas vezes, o bem-estar de agentes de segurança é negligenciado. “As novas medidas para a preservação da vida dos agentes de segurança pública são cruciais para a categoria, visto que, muitas vezes, problemas psicológicos agem como doenças silenciosas.”

De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2023, no ano passado 172 policiais foram assassinados e 82 se suicidaram. A própria publicação, no entanto, reclama da falta do repasse de dados detalhados pelos órgãos de segurança pública. “A falta de clareza sobre os dados de mortes de policiais em decorrência de lesão autoprovocada ou, autoextermínio/suicídio, afeta não apenas a categoria dos policiais, mas, os rumos da Segurança Pública”, alerta a 17ª edição do Anuário.

A ADEPOL DO BRASIL agradece pelo convite e a explanação feita por Dra. Maria de Lurdes Camilli na audiência.