SE – Polícia Civil e mais 13 categorias fazem paralisação de 48h em Sergipe

5
11914

Na manhã desta quarta-feira (15), a Associação dos Delegados de Polícia Civil de Sergipe (Adepol) se juntou aos representantes de 13 categorias para realizar uma manifestação em frente ao Palácio de Despachos, sede Governo de Sergipe, no bairro de Grageru em Aracaju.

Delegada da polícia Civil diz que Adepol se juntou aos servidores (Foto: Tassio Andrade/G1)Delegada da Polícia Civil diz que Adepol se juntou
aos servidores (Foto: Tassio Andrade/G1)

“Estamos nos somando a todos os servidores públicos do Estado para que o governo nos conceda o que é de direito, além do cumprimento do acordo linear. A nossa paralisação é de 48 horas e a amanhã nós estaremos na Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP)”, explica a delegada Ana Carolina Machado, vice-presidente da Adepol.

As categorias reivindicam a abertura de negociação para a pauta do magistério e os demais servidores, implantação efetiva do plano de cargos e salários e também reajuste salarial.

saiba mais

Segundo o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público do Estado de Sergipe (Sintrase), Diego Araújo, 7.500 servidores estão paralisados em Sergipe.

“Hoje é o 20º dia de greve, que prejudica os alunos da rede pública de ensino, que estão sem merendeira, e também as pessoas que precisam utilizar os serviços do Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac). O governo insiste em não cumprir o plano de cargos e salários na íntegra, o que nós temos é um plano implantado em partes onde o servidor fica com menos de um salário mínimo”, argumenta Araújo.

Presidente do Sindiprev fala sobre manifestação (Foto: Tassio Andrade/G1)Diego Araújo fala sobre manifestação
(Foto: Tassio Andrade/G1)

O representande do Sindicato dos Médicos em Sergipe (Sindimed), José Menezes, falou sobre o apoio as categorias. “Não podemos parar o atendimento no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e nos hospitais regionais, mas estou aqui para cobrar do governo aquilo que ele não cumpriu em relação aos funcionários que represento”, finaliza.

 

 

Fonte: G1

5 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here