SC – Faltam policiais no estado

0
1436

Faltam policiais civis em atividade no Brasil. Esta informação não é novidade para a população, que precisa de melhorias urgentes na segurança pública. Em Santa Catarina, a situação também não é diferente.

“Em nenhuma unidade da federação houve crescimento do efetivo. O que temos lido e ouvido todos os dias são as desculpas da Lei de Responsabilidade Fiscal, mas elas não atingem nunca os demais poderes. Nenhum aumento de policiais, muito pelo contrário, somente aposentadorias, diminuindo drasticamente o nosso efetivo, que já está defasado”, informa o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina (Sinpol-SC), Anderson Amorim.

Conforme divulgado nesta semana pelo setor de gestão de pessoas da Delegacia Geral de Polícia Civil de Santa Catarina, neste ano três profissionais foram admitidos e 139 foram desligados (por aposentadoria, demissões, exonerações ou falecimentos).

“Uma das alternativas que já foi apresentada ao governador do estado é ampliar a contratação de funcionários administrativos da secretaria de segurança pública e repassá-los à parte operacional ou ainda criar diretamente os administrativos da própria polícia. Outra direção seria dar  autonomia para a recontratação dos nossos aposentados pelo Corpo Temporário de Inativos da Segurança Pública (CETISP), hoje não possuímos tal autonomia, diferente da Polícia Militar”, declara Anderson.

O presidente do Sindpol  indica outras medidas como imediata contratação de aprovados em concursos públicos ou a unificação de unidades policiais.
Na região
O presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Santa Catarina (Adepol), Ulisses Gabriel, concorda com a falta de profissionais em atividade, mas alega que, além de apresentar o problema, o ideal é buscar soluções. “Já estamos realizando uma ação voltada às câmaras de vereadores para pedir apoio aos legisladores. Segundo o executivo estadual, se houver aumento da receita, será possível novas contratações. Vamos então sugerir também aumentar a arrecadação do estado com a realização de forças tarefas ao combate de fraudes tributárias”, argumenta Ulisses.
Defasagem
Para amenizar o déficit de policias, o sindicato já fez alguns cálculos. “Atualmente, conforme os dados populacionais divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), este ano em Santa Catarina deveria ter 6.705 policiais civis. Estamos com três mil e baixando todas as semanas. Pela lei, deveríamos ter um efetivo de 5.997 policiais”, calcula Anderson.

 

 

Fonte: Notisul

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here