No VALOR ECONÔMICO, ADEPOL DO BRASIL é consultada sobre descriminalização da posse de drogas para uso próprio

0
291

A ADEPOL DO BRASIL foi destaque na matéria “Supremo, maconha, prisões e pânico moral”, publicada pelo Valor Econômico na terça-feira (18) e assinada pelo repórter especial Marcos de Moura e Souza.

O conteúdo repercute a retomada de um julgamento sobre descriminalização da posse de drogas para uso próprio, a partir de 2 de agosto.

“A ideia de descriminalizar a posse de maconha e, eventualmente, de outras drogas para uso pessoal é recebida com fortes críticas por policiais e por setores mais conservadores. E apoiada por grupos que sustentam que a regra atual invade liberdades pessoais. O julgamento tem também potencial para incendiar outro palco, o da disputa política e ideológica”, destaca um trecho da reportagem, que consultou a Diretora da ADEPOL DO BRASIL, Raquel Gallinati.

“Raquel Galinatti, delegada da Polícia Civil de SP e diretora da Associação Dos Delegados de Polícia (Adepol), sintetiza um dos argumentos de quem é contrário à mudança nas regras. ‘Descriminalizar é alimentar o ciclo da criminalidade e da violência’, diz”.

Conteúdo completo: https://valor.globo.com/politica/coluna/supremo-maconha-prisoes-e-panico-moral.ghtml