Metrópoles publica reportagem sobre advertência da ADEPOL DO BRASIL ao Secretário Nacional de Segurança Pública

0
18

O portal Metrópoles repercutiu a advertência feita pela ADEPOL DO BRASIL ao Secretário Nacional de Segurança Pública, Mário Sarrubbo, por ter excluído a entidade da discussão para implementar, em âmbito nacional, o Termo Circunstanciado pelas Polícias Militares (TC/PM).

“Como revelou o Metrópoles, o governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) convocou um grupo de trabalho para discutir a implementação no país do TC/PM, tipo de documento policial voltado para crimes de ‘menor potencial ofensivo’. Recentemente, o tema também motivou reações e abriu crise com a Polícia Civil em São Paulo.

Sarrubbo chamou o grupo para tratar do Projeto de Incremento das Capacidades de Atendimento das Polícias Militares, que até o momento está indisponível para ser consultado em meios públicos.

Assinado pelo secretário e obtido pelo Metrópoles, ofício da pasta dizia que a proposta seria voltada para o ‘aprimoramento do atendimento a infrações de menor potencial ofensivo por meio do registro de termos circunstanciados de ocorrência”’.

Segundo o documento, as pautas incluem ‘treinamento e qualificação’ de PMs, além de ‘integração de sistemas e de articulação interagências’.

Em nota enviada nesta manhã, após a publicação da reportagem que revelou o projeto, o ministério disse que o grupo de trabalho ‘não foi institucionalizado'”, explica a matéria.

https://www.metropoles.com/sao-paulo/excluida-de-discussao-pro-pm-associacao-de-delegados-adverte-sarrubbo