Ex-presidentes da OAB apoiam Fachin no Supremo Tribunal Federal

0
846

Um grupo formado por dez ex-presidentes do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e pelo presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros apresentou moção de apoio à indicação do advogado Luiz Edson Fachin (foto) para compor o Supremo Tribunal Federal.

O documento foi lido na sessão plenária da OAB dessa segunda-feira (18/5) pelo ex-presidente da entidade, José Roberto Batochio. No texto os membros vitalícios da OAB afirmam que Fachin possui todos os requisitos necessários para assumir o cargo de ministro do Supremo.

“Advogado exemplar, com extensa militância no foro, doutrinador emérito e mestre de gerações, Luiz Edson Fachin é detentor de profundo conhecimento jurídico, que será colocado, sem duvida, a serviço da Suprema Corte e dos elevados interesses da Nação”, afirmam. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB.

Leia a íntegra:

Moção de apoio dos ex-presidentes do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e do presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros à indicação do advogado Luiz Edson Fachin para compor o Supremo Tribunal Federal:

Os ex-presidentes do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e o Presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros que abaixo subscrevem vêm a público declarar o seu integral e irrestrito apoio à indicação do advogado e professor Luiz Edson Fachin para compor o Supremo Tribunal Federal. Assim o fazem convictos de seu notável saber jurídico e de sua indiscutível reputação ilibada. Testemunham, publicamente, sua absoluta idoneidade, comprovadamente demonstrada ao longo de toda uma notória trajetória cívica, profissional e acadêmica, trilhada com integridade, ética e respeito aos valores republicanos.

Advogado exemplar, com extensa militância no foro, doutrinador emérito e mestre de gerações, Luiz Edson Fachin é detentor de profundo conhecimento jurídico, que será colocado, sem duvida, a serviço da Suprema Corte e dos elevados interesses da Nação.

Exortam, por isso, os membros do Senado Federal, nesta importante quadra da vida da República, a reafirmarem seu compromisso com a Constituição e com o povo brasileiro, oficiando com serenidade, isenção e justiça, não permitindo que tão fundamental julgamento seja tisnado por divergências políticas entre Poderes ou questões menores de qualquer natureza.

Brasília, 18 de maio de 2015.

Eduardo Seabra Fagundes
Mario Sergio Duarte Garcia
Hermann Assis Baeta
Marcello Lavenère Machado
José Roberto Batochio
Ernando Uchoa Lima
Rubens Aprobato Machado
Roberto Antonio Busato
Cezar Britto
Ophir Cavalcante Junior
Técio Lins e Silva (presidente do IAB)

 

Fonte: ConJur