Análise da ADEPOL DO BRASIL sobre fuga de presos no Rio Grande do Norte continua repercutindo na grande mídia

0
47

Veículos de grande circulação, como o Estado de Minas e O Imaprcial (MA), publicaram artigo da ADEPOL DO BRASIL sobre a fuga de dois presos no presídio de segurança máxima no Rio Grande do Norte.

Assinado pela diretora Raquel Gallinati, o texto destaca que “a fuga desses presos do Comando Vermelho levanta questões sobre a eficácia dos protocolos de segurança adotados em penitenciárias federais. Embora os policiais penais do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN) sejam reconhecidos pela excelência na execução desses protocolos, é importante reconhecer que nenhum sistema de isolamento em presídios é totalmente infalível”.

“É fundamental, ao término da investigação deste incidente alarmante, impulsionar a atualização das normas de segurança e promover uma análise minuciosa para identificar falhas nos protocolos de segurança e implementar medidas corretivas. Além disso, é imperativo modernizar os padrões de segurança e desenvolver novas estratégias de contenção para prevenir futuras fugas e garantir a integridade do sistema prisional.

A ocorrência desta fuga evidencia a urgência de aprimorar a legislação e fortalecer o regime disciplinar diferenciado para detentos ligados a organizações criminosas de alta periculosidade. Somente através desse processo de aprimoramento será possível promover um ambiente prisional mais seguro e justo, não apenas para os policiais penais, mas também para toda a sociedade. Esta fuga serve como um alerta para a necessidade contínua de melhorias no sistema prisional brasileiro, visando garantir a segurança e a ordem pública”, destaca Delegada Raquel.