AM – Adepol-AM participa de mais um debate para solucionar problema de presos em delegacias

0
1476

A Associação de Delegados de Polícia do Estado do Amazonas – Adepol-AM, esteve presente em audiência pública promovida pelo Conselho Penitenciário do Amazonas para debater a situação dos presos no interior do Amazonas. O encontro, que aconteceu na tarde desta quinta-feira (28), contou com representantes de secretarias de Estado de Administração Penitenciária, de Segurança Pública, de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Polícia Civil, Ministério Público, Poder Judiciário e entidades de classe. A delegada Maria Cristina Portugal representou a associação.

 

 

 

Na reunião, que durou até o início da noite, diversas sugestões foram apresentadas como alternativas para se trabalhar a questão. As mais cogitadas envolvem a manutenção dos presos em seus municípios, por meio de convênios com prefeituras locais. A proposta colocada pela Adepol-AM – que foi defendida pelo Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil (Sinpol-AM) e Sindicato dos Delegados de Polícia (Sindepol) – é pela parceria com estas prefeituras na cessão ou aluguel de imóveis que seriam ajustados e passariam a receber estes presos de justiça, além de parcerias que permitam facilitar a logística de insumos necessários à custódia dos mesmos. A contratação de agentes penitenciários também foi colocada em questão.

 

 

 

A proposta foi elabora pela Comissão Permanente de Assuntos Referentes às Demandas do Interior do Estado do Amazonas, criada pela Adepol-AM e formada por cinco associados. Tal alternativa já havia sido apresentada durante o encontro que ocorreu na sede da Secretaria de Segurança Pública, na semana passada.

 

 

 

Na reuniu de realizada nesta quinta, os presentes também debateram formas de viabilizar as propostas colocadas à mesa, de modo a não onerar o Estado, tendo em vista a retração econômica pela qual passa o país. Desta forma, diversas possibilidades de parcerias podem acontecer, tornando a solução mais ágil e com menor custo aos cofres públicos.

 

 

 

Para o delegado Raimundo Pontes Filho, diretor da Adepol-AM e presidente do Conselho, a reunião foi proveitosa. “Reunimos a sociedade e diversas entidades para elaborar um termo de cooperação com a proposta de resolver o problema dos presos em delegacias no interior, contribuindo para a segurança pública, por meio da liberação dos delegados e demais policiais que, hoje, atuam na manutenção desses detentos”, disse.

 

A delegada Maria Cristina Portugal comemora o resultado da reunião. “Fico satisfeita pois as sugestões da Adepol-AM foram bem recebidas e aceitas, tendo inclusive sido aprovadas pelo Ministério Público e Ministério Público da União e citada como exemplo. Aos colegas delegados informamos que manteremos a união e a força para defender as idéias que promovam melhorias ao exercício da atividade do delegado de polícia”, finalizou Portugal.

 

 

Fonte: Adepol/AM