Adepol nos Estados – Sergipe acena com proposta ampla para reestruturação da carreira policial civil

0
675

31 de Março de 2014 ás 18:50 – Acordo

De acordo com o governador, a administração tem o foco de buscar ampliar o efeito de suas ações sobre todos os servidores da carreira policial.

Por: – ASN

Na tarde desta segunda-feira, 31, o governador Jackson Barreto coordenou uma nova reunião com os representantes da Associação dos Delegados de Polícia (Adepol), onde o Governo buscou expor a necessidade de se discutir, além das pautas específicas da categoria, uma proposta mais abrangente para propor a reestruturação de toda a carreira policial, incluindo delegados, escrivães e agentes.

 

proposta.jpg

De acordo com o governador, a administração tem o foco de buscar ampliar o efeito de suas ações sobre todos os servidores da carreira policial. “Como deixamos claro em todos os momentos, não tomamos decisões focando apenas em uma categoria. Vamos buscar a construção de uma nova situação em toda a carreira”, disse o governador, assim que delegou a função de expor a proposta ao secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, João Augusto Gama.

Plano

De acordo com o secretário João Gama, a meta do Governo é fazer o que foi feito, por exemplo com o Plano de Cargos e Salários que beneficia o conjunto dos servidores. “Queremos realizar uma mudança mais profunda e significativa abrangendo todas as carreiras policiais civis e agentes prisionais. Para isso, vamos criar uma comissão paritária, com representantes de todos os sindicatos e secretarias de Estado envolvidas, que se reunirá a partir da próxima semana. Daí elaboraremos um projeto de lei para ser encaminhado à Assembleia Legislativa”, explicou o secretário.

 

A proposta, de acordo com o presidente da Adepol, delegado Kássio Viana, será apresentada para apreciação da categoria em reunião que ocorre ainda na tarde desta segunda-feira. “O governo propôs a formação dessa comissão com representantes das categorias de delegados, agentes e escrivães, que abordará os nossos pleitos, incluindo a promoção automática, fazendo a reestruturação da carreira da Polícia Civil. Isso faz parte do processo de negociação e agora vamos apresentar essa nova iniciativa para deliberação da categoria”, afirmou o presidente.

 

Participaram da reunião os integrantes da diretoria da Adepol e os secretários da Segurança Pública, João Eloy; o secretário adjunto, João Batista; a superintendente da Polícia Civil, Katarina Feitosa; o procurador Geral do Estado, Márcio Leite de Rezende; o secretário chefe da Casa Civil, José Sobral; e o secretário de Estado de Governo, Benedito de Figueiredo.