ADEPOL DO BRASIL: veículos de comunicação destacam artigo sobre tráfico de pessoas

0
122

O último domingo (30) foi marcado pelo “Dia de Combate ao Tráfico de Pessoas”, um crime que afeta milhões de pessoas no mundo.

Mídias de diversas regiões, como ESTADÃO e Delegados.com, deram amplo destaque ao artigo da ADEPOL DO BRASIL – “Tráfico de Pessoas: Um Crime Cruel e Lucrativo que Ameaça os Direitos Humanos” – sobre a nova forma de escravidão moderna. O texto é assinado pela Diretora Raquel Gallinati.

“O tráfico de pessoas é uma forma de escravidão moderna, que explora a vulnerabilidade das vítimas em diversas formas, como exploração sexual, trabalho forçado e remoção de órgãos.

Esse crime é considerado a terceira atividade criminosa mais lucrativa no mundo, ficando atrás apenas do tráfico de drogas e armas. Movimentando cerca de 32 bilhões de dólares por ano, o tráfico de pessoas é impulsionado pela demanda por mão de obra barata, serviços sexuais e tráfico de órgãos.

De acordo com a ONU, aproximadamente 2,5 milhões de pessoas são afetadas pelo tráfico de pessoas anualmente. Esses números alarmantes destacam a presença constante desse crime em âmbito mundial.

O tráfico de pessoas está diretamente relacionado a desigualdades sociais, econômicas, raciais e de gênero. Essas desigualdades, que são sistemáticas e duradouras, tornam grupos vulneráveis como mulheres, crianças, migrantes, refugiados e excluídos socialmente alvos mais fáceis para as propostas enganosas e abusivas dos criminosos.

Os intermediários conhecidos como ‘gatos’ ou ‘coiotes’ são utilizados para facilitar a intermediação da cooptação e exonerar o empregador criminoso de qualquer responsabilidade, violando as normas legais vigentes”, ressalta o artigo.

Leia conteúdo completo: https://www.estadao.com.br/politica/blog-do-fausto-macedo/trafico-de-pessoas-um-crime-cruel-e-lucrativo-que-ameaca-os-direitos-humanos/

https://www.delegados.com.br/noticia/trafico-de-pessoas-um-crime-cruel-e-lucrativo-que-ameaca-os-direitos-humanos