ADEPOL DO BRASIL analisa retomada de julgamento no STF sobre descriminalização do porte de drogas

0
95

Veículos de comunicação publicaram o artigo da ADEPOL DO BRASIL, “Supremo Tribunal Federal retoma julgamento sobre a descriminalização do porte de drogas sem debates sobre riscos à saúde e à segurança pública”.

De autoria da Diretora Raquel Gallinati, o texto analisa o impacto de uma possível descriminalização. O julgamento no STF acontece no dia 23 de agosto.

“O uso de drogas alimenta a criminalidade, incentivando formas de atividade criminosa, como tráfico de drogas e violência associada. Isso resulta em uma demanda maior por recursos do governo para combater o aumento da criminalidade, o qual já se encontra em situação deficitária e caótica.

Além disso, a descriminalização das drogas pode levar a um aumento no consumo e, consequentemente, um maior número de dependentes químicos. Isso coloca um fardo adicional nos sistemas de saúde, já sobrecarregados, que precisam lidar com os problemas de saúde física, mental e social associados ao uso de drogas. Aumenta-se também o número de acidentes de trânsito e a sobrecarga nos serviços de emergência”, ressalta Raquel Gallinati.

https://www.estadao.com.br/politica/blog-do-fausto-macedo/supremo-tribunal-federal-retoma-julgamento-sobre-a-descriminalizacao-do-porte-de-drogas-sem-debates-sobre-riscos-a-saude-e-a-seguranca-publica/

https://www.delegados.com.br/noticia/supremo-tribunal-federal-retoma-julgamento-sobre-a-descriminalizacao-do-porte-de-drogas-sem-debates-sobre-riscos-a-saude-e-seguranca-publica

https://www.jornaljurid.com.br/doutrina/penal/supremo-tribunal-federal-retoma-julgamento-sobre-a-descriminalizacao-do-porte-de-drogas-sem-debates-sobre-riscos-a-saude-e-seguranca-publica