Votação de Fachin virou disputa entre Planalto e Renan Calheiros

0
826

A votação para a aprovação do nome de Fachin para o STF é uma incógnita. A oposição não está segura de que ele possa ser rejeitado. E o presidente do Senado, Renan Calheiros, que estaria trabalhando muito fortemente para derrotar o governo,  não pode fazer campanha aberta contra. É uma situação delicada; ele sugere, indica nas conversas, mas não pede o voto diretamente.

Mas como dizia Tancredo Neves, votação secreta dá vontade de trair. Só não se sabe quem será traído, se o governo ou Renan.E Renan não terá nem como cobrar depois, por que ele está fazendo uma campanha sutil.

Essa votação virou uma disputa política entre Planalto e o presidente do Senado. A tendência é que Fachin seja aprovado por uma diferença pequena. O governo conta como certos 38 dos 41 necessários e nessa margem é que vai ficar a força do Renan com a oposição e a situação política do governo. Está em jogo também a tentativa dos políticos de se imporem ao Palácio do Planalto. Ninguém sabe o que vai acontecer.

Fonte: OGlobo