SE – Entidades lutam pela recomposição salarial dos servidores

0
2588
Doze entidades sindicais foram ao Palácio dos Despachos, em Aracaju, protocolar um documento que deve ser entregue ao governador do Estado, Jackson Barreto. O objetivo é conseguir o retorno da mesa geral de negociação e avaliar a recomposição dos servidores públicos. Segundo estudo das classes trabalhadoras, as perdas salariais estão em torno de 20% frente à inflação e que o Governo não está no limite prudencial previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe, o Sintasa,  Augusto Couto, disse que caso o governo atenda as reivindicações, que espera que o governo atenda as reinvindicações, já que serão os usuários os maiores beneficiários, já que terão melhor qualidade no atendimento. “Queremos a abertura imediata da mesa de negociação a pedido de vários sindicatos aqui presentes, já que o governo até o momento não abriu a mesa. A nossa preocupação é com o reajuste salarial dos servidores. Já passamos da data-base, os servidores estão cobrando dos sindicatos, estamos aqui buscando esse diálogo e se não encontrarmos nenhum espaço, junto com outros sindicatos, iremos fazer as nossas mobilizações”, disse Augusto Couto, que no caso dos servidores da Saúde, é preciso que retornem os Acordos Coletivos das Fundações.
Na avaliação da diretora do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe, o Seese, Sheila Morgana, existe uma diferença entre o que o Governo apresenta e os estudos dos sindicatos. “Há sindicatos que já entraram na Justiça, tentando demonstrar que o Governo do Estado não está no limite prudencial, por isso, não justifica a gente não ter tido um reajuste, pelo menos, igual à inflação”, disse a diretora, acrescentando que antes de protocolar os documentos, os sindicatos fizeram três reuniões para debater cada ponto e se unir cada vez mais.
Entidades que assinaram o documento protocolado
Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (Seese), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco), Sindicato dos Penitenciários (Sindipen), Sindicato dos Condutores de Ambulâncias de Sergipe (Sindiconam/SE), Sindicato dos Policiais Civis de Sergipe (Sinpol), Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público (Sintrase), Sindicato dos Psicólogos de Sergipe (Sinpsi), Sindicato dos Médicos de Sergipe (Sindimed/SE), Associação dos Delegados da Polícia de Sergipe (Adepol) e Sindicato dos Radialistas de Sergipe (Stert/SE).
*Com informações da Ascom Sintasa
** Foto Ascom Sintasa
Fonte: Via de Notícias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here