Rastreamento veicular otimiza operacionalidade na Segurança Pública

366
6059

Para garantir menor tempo de resposta, maior eficiência e fortalecimento da integração entre as forças policiais 121 viaturas da Polícia Militar receberam chipagem de rastreamento veicular.  A implantação foi iniciada na capital e se estenderá para as unidades no interior. A Polícia Civil está inserida no projeto e sua frota também receberá o equipamento.

Com o rastreamento serão assegurados maior entrosamento e flexibilidade entre as guarnições possibilitando deslocamentos ou apoios mais ágeis durante ações nas ruas. Também será elevada, acredita a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a sensação de confiança da comunidade, abrindo espaço para resultados mais eficazes.

“Essa é uma ferramenta adquirida pela Segurança Pública para ampliar a dinâmica operacional de integração. Ganha-se tempo e também garante-se a otimização de recurso seja material ou humano”, ressalta o tenente-coronel Judson Almeida,  superintendente de Integração da SSP.

Em Maceió, de todos os batalhões da Polícia Militar apenas quatro viaturas não passaram pelo procedimento. O equipamento possui microprocessador, antena GPS, modem celular digital e permite acesso à base de dados, relatório, telas de operação (com acompanhamento nas bases) e mapas do sistema.

Outro fator importante do rastreamento é que o equipamento conta com o acionamento do botão de pânico que emite sinal para o Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp) informando que a viatura precisa de apoio.

“O Ciosp, que é o antigo Copom, gerencia a situação enviando viaturas ao local caso se torne impossível a comunicação via rádio”, explica o capitão PM Alberto Silva.

 

Fonte: Portal da Segurança