Presidente da Adepol luta pelo profissionalismo da categoria

0
1181

Desde sexta-feira, o delegado Ulisses Gabriel está oficialmente à frente da Associação dos Delegados de Polícia de Santa Catarina (Adepol-SC). Ele tomou posse, junto com a nova diretoria da entidade, em solenidade formal prevista no estatuto da associação, na sexta-feira, 24 de abril, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Florianópolis. A solenidade festiva ocorrerá dia 06 de maio, no Majestic Palace Hotel, também na Capital.

Natural de Turvo, 32 anos, e casado com Thayni Librelato, Gabriel ingressou na Polícia Civil em 2007 quando fez estágio em Tubarão. Depois passou por Araranguá e Criciúma até ser promovido, em 2010, a Delegado titular de Orleans. Em janeiro de 2014 assumiu a Delegacia Regional de Tubarão e atualmente é titular da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma. Entre as operações que coordenou, destaca-se a Operação Osiris, que culminou na prisão de quase 30 pessoas envolvidas com o tráfico de drogas em Orleans e região. Ulisses Gabriel também é professor em universidades do Sul do Estado.

O Delegado Ulisses Gabriel foi eleito presidente da Adepol-SC, para o biênio 2015-2017, em eleição ocorrida no dia 27 de março. Gabriel comandava a chapa Gerações Unidas, que conquistou 232 votos contra 153 da chapa Integrar para Fortalecer, encabeçada pelo atual presidente da associação, Delegado Mauro Dutra.

Sua campanha à presidência da Adepol foi sustentada em 43 propostas baseadas na gestão participativa dos associados e com foco na luta pela independência funcional e no profissionalismo da categoria. A lista tríplice para escolha do Delegado-geral de Polícia, a valorização salarial dos delegados e a luta, em nível federal, para alterar da legislação atual, permitindo aos Delegados de Polícia aposentados continuarem a ter direito do porte de arma, foram destaques entre suas propostas de gestão.

Em seu primeiro discurso como presidente da Adepol-SC, o delegado Ulisses Gabriel  conclamou a classe para a luta pela aprovação da lista tríplice, aumento do efetivo, recomposição do subsídio e alteração do quadro lotacional.  “Somos uma só classe e não podemos ter projetos pessoais ou políticos. Nosso projeto será os anseios dos nossos colegas”, declarou o novo presidente da Adepol-SC.  Esta foi a segunda vez que Ulisses Gabriel disputou a eleição da entidade.

 

Fonte: Jornal Amorim