NOTA DE ESCLARECIMENTO E APOIO!

0
8164
A Associação de Delegados de Polícia do Pará – ADEPOL/PA, entidade representativa da categoria dos Delegados de Policia do Pará, em defesa de seu associado Dr. GABRIEL HENRIQUE ALVES COSTA, atual Delegado Diretor da Superintendência Regional do Xingu, com sede no município de São Felix do Xingu, utilizando-se do direito constitucional insculpido no art. 5º, V e LV, da CF/88, vem ESCLARECER a realidade dos fatos que originaram a denúncia caluniosa difundida no dia 09/08/2015, na rede social Facebook, pela senhora intitulada naquela rede com o perfil por Ruth Silva – (São Felix do Xingu) – Para, de que o delegado durante ação policial teria agido de forma arbitrária e violenta ao invadir a residência da senhora Edinalva Rodrigues da Silva e familiares, os quais teriam sido agredidos pela equipe de policiais, ocasião em que o delegado Gabriel teria desferido um tiro que atingiu o pé de uma criança e, em seguida, a equipe comandada pelo DPC Gabriel se retirou do local como se nada tivesse acontecido.
Na verdade, segundo relato do Dr. Gabriel, os fatos que ensejaram tais denúncias decorreram de operação policial comandada por ele com objetivo de apurar crime de esbulho em propriedade urbana após representação da vítima Sr. Fernando, esclarecendo que durante a abordagem em algumas pessoas que se encontravam no local, o indivíduo de nome Raimundo Rodrigues, que possui antecedentes criminais por tráfico de drogas, tentou pegar um pedaço de madeira para ameaçar os policiais, tendo o delegado (para evitar um mal maior) em legítima defesa e para garantir a neutralização da ação deste indivíduo (Raimundo), efetuou um disparo com sua arma de fogo para o chão, visando assim conter as investidas do iminente agressor que junto de seus familiares vinham em direção a equipe de policias, instigados por Raimundo.
Ademais, relatou ainda o Delegado Gabriel que ninguém foi ferido e nem colocado em risco pelo disparo que efetuou, assim como ninguém foi agredido, ressaltando que a denúncia contra sua pessoa tem o objetivo de desvirtuar a realidade dos fatos e denegrir sua imagem perante a opinião publica naquele município, onde a Policia Civil sob a sua coordenação vem realizando um trabalho sério e transparente em prol da comunidade.
Por derradeiro, o Delegado informa que todas as providências legais já estão sendo tomadas, inclusive contra a autora da falsa denúncia (Edinalva), que por sinal já foi autuada em flagrante delito no ano de 2011, sob o Inquérito Policial n.212/2011.000172-8.
Assim, diante de todo o exposto, a Adepol/Pa, por unanimidade de seus diretores, vem a público se solidarizar e apoiar o Delegado Gabriel Henrique Alves Costa, o qual ao longo de sua carreira sempre desempenhou suas funções com dedicação e competência em todas as unidades da polícia em que trabalhou, apresentando uma conduta ilibada e digna de elogios de seus superiores.

Fonte: Adepol/PA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here