Matéria no G1 expõe problema crítico de falta de Delegados em delegacias no Pernambuco

0
147

Matéria publicada na quarta-feira (05), no portal G1 – Pernambuco, com base no levantamento feito pela Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco – ADEPPE, trouxe dados alarmantes: cinquenta e seis delegacias do estado estão sem delegado titular. O problema afeta cidades na Zona da Mata, do Agreste e do Sertão. Em alguns casos, o mesmo delegado cuida de duas cidades.

A reportagem ouviu o presidente da ADEPPE, Diogo Victor, que ressaltou preocupação, pois muitos profissionais acumulam funções em mais de uma cidade, o que prejudica a população. Um exemplo é o município de São Bento do Una, no Agreste, que divide o delegado titular com a cidade de Cachoeirinha, que fica na mesma região.

“Quando não há delegado titular, fica o colega da cidade mais próxima respondendo. Às vezes, esse deslocamento chega a 70 quilômetros. E esse colega só vai [na delegacia que acumula] para atender demandas urgentes da delegacia”, disse Diogo Victor.

Segundo dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), de janeiro a maio deste ano, foram registradas 1.525 mil mortes violentas no estado, o que corresponde a 10 por dia. 54,7% delas aconteceram no interior. De acordo a Adeppe, esse déficit de delegados afeta o ritmo das investigações e a resolução dos crimes.

Além da falta de delegados, a Adeppe também afirma que 33 delegacias estão sem escrivão, função fundamental na procedimentos de formalização das investigações.

Matéria completa: https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2023/07/05/delegacias-estao-sem-delegados-titulares-afirma-associacao-dos-delegados-do-estado.ghtml