CPI do Assassinato de Jovens vai a oito estados

0
1426

A CPI criada para investigar o alto índice de assassinato de jovens no país aprovou nesta quinta-feira (28) requerimentos para realizar diligências em oito estados. A comissão quer ver de perto a situação da segurança pública nas localidades em que as estatísticas apontam o maior número de mortes.

Dos oito estados a serem visitados pela CPI, quatro ficam no nordeste do país, região que concentra o maior número de assassinatos de jovens de 15 a 29 anos, de acordo com o Mapa da Violência 2015, divulgado pela Unesco em parceria com o governo federal. Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte e Maranhão serão os primeiros a receber a comissão.

Na região Norte, a CPI deve visitar Roraima, além de também realizar diligências em Luziânia, em Goiás, São Paulo e Rio de Janeiro. De acordo com a senadora Fátima Bezerra (PT-RN), a CPI pretende recolher ideias para apresentar alternativas de políticas públicas para acabar com o problema.

— Para que nós possamos atualizar o diagnóstico sobre as mortes entre os jovens e para que, com base nesse diagnóstico atualizado, a CPI possa contribuir com encaminhamentos e sugestões de ações concretas — afirmou.

A presidente da comissão, Lídice da Mata (PSB-BA), afirmou que com as diligências será possível conhecer in loco a situação de cada estado ouvindo as comunidades e autoridades sobre o aumento das mortes entre os jovens.

— Nós vamos visitar essas cidades para discutir na localidade como essas mortes se dão, conversar com as famílias das vítimas, como o estado acolhe, como ele trata as mortes.

A comissão ainda vai definir o cronograma das diligências visitas. A próxima reunião da CPI ocorrerá no próximo dia 8.

 

Fonte: Agência Senado