CPI da Violência contra Negros ouve diretores de jornalismo das TVs abertas

0
1162

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Violência contra Jovens Negros e Pobres tem audiência pública, na quinta-feira (2), com os responsáveis pelo jornalismo das TVs abertas.

O evento foi solicitado pelo presidente do colegiado, deputado Reginaldo Lopes (PT-MG). O objetivo é discutir a veiculação, na mídia, das notícias relativas à violência e morte em especial da população jovem negra e pobre.

O parlamentar afirma que, diariamente, as emissoras de TV cobrem casos de violência de maneira diferenciada sobre jovens negros e pobres e os demais jovens. “Transmitem as notícias de forma mais aprofundada, com menos estereótipos, quando esse tipo de crime ocorre na classe média e, mais ainda, se a vítima for uma pessoa de pele clara”, destaca.

“A CPI pretende debater a responsabilidade do jornalismo no que se refere à naturalização da morte de jovens negros e pobres no Brasil. A morte desses cidadãos não tem causado comoção ou revolta entre a população ou nas instituições da forma que ocorre quando se trata de vítimas pertencentes à classe média/alta”, acrescenta o deputado.

Convocados
– o diretor de Jornalismo do SBT, Marcelo Parada;
– a diretora da Central Globo de Jornalismo, Silvia Faria;
– o diretor nacional de Jornalismo da Rede Bandeirantes, Fernando Mitre; e
– o diretor nacional substituto da Rede Record, Thiago Contreira.

A audiência ocorrerá no plenário 9, a partir das 9h30.

 

Fonte: Agência Câmara Notícias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here