ADEPOL DO BRASIL: artigo no ESTADÃO analisa fuga de presos no Rio Grande do Norte e a necessidade de revisão de protocolos em penitenciárias federais

0
93

A ADEPOL DO BRASIL foi destaque na edição impressa do ESTADÃO de hoje (16), com artigo assinado pela diretora Raquel Gallinati. O conteúdo analisa a fuga de presos no Rio Grande do Norte e a revisão de protocolos adotados em presídios de segurança máxima:

“Em nenhum lugar do mundo encontramos uma prisão isenta de falhas, e mesmo as concepções idealizadas, como os sistemas pan-ópticos de Jeremy Bentham e Michel Foucault, não alcançam tal perfeição. O termo ‘pan-óptico’ descreve uma prisão ideal na qual um único vigilante poderia monitorar todos os prisioneiros sem que estes soubessem se estavam sendo observados. No entanto, apesar dessas propostas teóricas, é importante reconhecer que a realidade das prisões envolve complexos desafios que escapam à ideia de perfeição.

Portanto, é fundamental, ao término da investigação deste incidente alarmante, impulsionar a atualização das normas de segurança e promover uma análise minuciosa para identificar falhas nos protocolos de segurança e implementar medidas corretivas. Além disso, é imperativo modernizar os padrões de segurança e desenvolver novas estratégias de contenção para prevenir futuras fugas e garantir a integridade do sistema prisional.

A ocorrência desta fuga evidencia a urgência de aprimorar a legislação e fortalecer o regime disciplinar diferenciado para detentos ligados a organizações criminosas de alta periculosidade. Somente através desse processo de aprimoramento será possível promover um ambiente prisional mais seguro e justo, não apenas para os policiais penais, mas também para toda a sociedade”, destaca Delegada Raquel