ADEPOL DO BRASIL: amplo destaque nas mídias com artigo sobre urgência no combate ao tráfico de armas

0
65

A ADEPOL DO BRASIL teve artigo divulgado em diversos veículos de comunicação do país. Com o título “Combate ao Tráfico de Armas: Um Imperativo Urgente para uma Estratégia de Política de Segurança Pública Eficaz”, o texto assinado pela Diretora Raquel Gallinati traz uma reflexão sobre novo decreto de armas, com regras mais rígidas para a posse e porte de armas.

“No entanto, essa política de restrição à posse de armas de fogo, estabelecida em 2003 pelo Estatuto do Desarmamento, tem sido objeto de contínua discussão no Brasil. Política esta que não conseguiu reduzir os crimes violentos no país, pois apenas desarma os cidadãos respeitadores da lei, enquanto os criminosos, que se abastecem de armas ilegalmente, não são afetados por essas restrições. Nestes casos, a legislação de controle de armas pode criar uma disparidade perigosa onde a população cumpridora da lei é desarmada e os criminosos permanecem armados.

Essa situação ressalta a importância de considerar uma variedade de fatores além das políticas de controle de armas para a redução efetiva da violência e da criminalidade. Países como a Alemanha, a Suécia e a Áustria, cujas taxas de homicídios são muito baixas, possuem mais de 30 armas de fogo para cada 100 habitantes. Por outro lado, Honduras, o país mais violento do mundo, tem proporcionalmente muito menos armas – 6 para cada 100 habitantes. Nos Estados Unidos, onde a população pode possuir armas em casa, houve uma queda acentuada na violência na última década, enquanto a venda de armas se intensificou”, destaca o artigo.

Confira os links:

https://jc.ne10.uol.com.br/colunas/jamildo/2023/07/15553517-combate-ao-trafico-de-armas-um-imperativo-urgente-para-uma-estrategia-de-politica-de-seguranca-publica-eficaz.html

https://gazetadasemana.com.br/noticia/125140/-combate-ao-trafico-de-armas-um-imperativo-urgente-para-uma-estrategia-de-politica-de-seguranca-publica-eficaz